• O condutor compromete-se a devolver o veículo ao proprietário
    • no mesmo estado de funcionamento e segurança em que se encontrava no início da partilha de carro
    • limpo e sem outros danos que aqueles registados no início da partilha de carro
    • com o nível de combustível igual ao que existia no início da partilha de carro
  • Entregará ao proprietário:
    • o certificado de registo original do veículo
    • relatório de danos
    • 2 coletes amarelos, triângulo de segurança e alcoolómetro
  • Finalmente, o condutor respeitará a data e a hora de devolução do veículo. 

Ao fim da primeira pagina deve que descrever o estado do veiculo:

Na parte de baixo do Contrato de Partilha de Carro ou na secção apropriada da aplicação para smartphone, o Proprietário e o Condutor indicam se o Check-Out é idêntico em todos os pontos ao Check-In (com exceção à quantia de quilómetros):

  • Se o estado final é igual ao estado inicial, ambas as partes assinam na parte inferior do contrato de partilha de carro, para encerrar o contrato.
  • Se a quantidade de quilómetros percorridos no hodómetro é superior ao acordado no início da partilha de carro, ambas as partes irão anotar a quantidade mostrada no hodómetro do veículo, e o proprietário irá enviar uma cópia do contrato através da seção ESTADO, que se encontra localizada na seção "pedido de reserva". A equipa do CarAmigo irá verificar posteriormente a validade da informação e o montante respeitante à quantia será debitado no cartão bancário do condutor.
  • Se o estado final não é igual ao estado de inicial e se Problemas Menores tenham surgido, o proprietário e condutor concordam em especificar os mesmos na página 2 do contrato de partilha de carro, na seção "Pequenos problemas” que tenham ocorrido durante a partilha de carro". Ambos tentam chegar a um acordo amigável que permita ao proprietário a ser compensado pelos danos sofridos.

Se o Proprietário e o Condutor não alcançarem um acordo amigável para o justo reembolso devido a Problemas Menores, no seguimento de um pedido efetuado pelo Proprietário contendo fotografias dos danos, a Sharonomy poderá mandatar à Instituição de Moeda Electrónica, antes do desbloqueio do Depósito, a transferência para o Proprietário, das seguintes quantias:

  • Em caso de atraso superior a 15 minutos ao devolver o veículo: 10 € por hora de atraso
  • Perda das chaves do veículo: 100 €
  • Mais de ¼ diferença no nível de combustível em comparação com o nível inicial: 20 €
  • Rachaduras, fissuras, marcas de queimaduras, manchas: 200 €
  • Interior extremamente sujo: 30 €
  • Exterior extremamente sujo: 30 €
  • Riscos na carroçaria: 200 €

Se solicitado, o envolvimento da Sharonomy consistirá exclusivamente na análise do pedido do Proprietário, tomar uma posição temporária na disputa e, se for o caso, fornecer à Instituição de Moeda eletrónica instruções que permitam o uso total ou parcial do Depósito, contudo sem garantias de que o pagamento efetivo seja realizado.

  • Se ocorreram Problemas Maiores, o Proprietário e o Condutor concordam em escrever a uma descrição detalhada na página 2 do Contrato de Partilha de Carro, na secção “Problemas Maiores” ou na secção apropriada da aplicação para smartphone, sejam ou não os danos consequência de um acidente, uma declaração de acidente terá de ser preenchida, o Proprietário e/ou Condutor notificarão de imediato o Seguro telefonando para o número que consta na parte de baixo da página 2 do contrato de Partilha de Carro, para declarar os danos e acionar algumas garantias descritas no Artigo 5.2. Terá de enviar ao Seguro a declaração de acidente, assim como outros documentos que possam ser importantes relacionados com o acidente. O Seguro, por sua vez, irá enviar os documentos à Sharonomy por e-mail.


Ver: Qual é a diferença entre Problemas Menores e Problemas Maiores?